NOTÍCIAS
Publicada em: 13/09/2017

Queda no consumo de combustíveis puxa recuo nas vendas do varejo

As vendas do varejo em Goiás caíram 9,5% em julho deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. Este foi o pior resultado entre os Estados brasileiros. O número foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira (12).

 

De acordo com o levantamento, a venda de combustíveis teve queda de 29,5% e puxou o recuo geral da categoria em Goiás. O consumo em supermercados teve a segunda maior queda, com 14,4%. Também tiveram destaque o recuo nas vendas de eletrodomésticos (-10,9%), livros, jornais, revistas e papelaria (-13,9%) e outros artigos de uso pessoal e doméstico (-12,7%).

 

Vale lembrar que a pesquisa também mostra aumento de 3,1% no comércio varejista do Brasil, o que acentua a gravidade dos números registrados em Goiás. Em todo o País, o recuo na compra de combustíveis foi de -0,9%. O consumo nos supermercados teve aumento tímido de 0,2%.

 

Superintendente do IBGE em Goiás, Edson Roberto Vieira afirma que a queda no consumo de combustíveis em Goiás foi ocasionada pelo aumento no preço do produto nas bombas. “Percebemos uma fuga dos goianos dos postos de combustíveis, que abasteceram bem menos seus combustíveis no mês de julho”, explica Vieira.

 

Ainda de acordo com o superintendente, o que mais pesou na queda das vendas em supermercados foi a baixa geração de empregos. “Existe uma queda na massa de salário, fazendo com que se registre recuo de 14,4% no consumo em supermercados, por exemplo”, afirma Vieira.

Fonte: Mais Goiás

OUTRAS NOTÍCIAS
FACEBOOK
Av. Anhanguera, 5674 - 1° Andar, Ed. Palácio do Comércio - Centro
Goiânia - Goiás - CEP: 74043-010 - Fone: (62) 3534-0100

PRODUZIDO POR: